Jornalista é morta as facadas no pescoço e nas costas pelo sobrinho

Jornalista é morta as facadas no pescoço e nas costas pelo sobrinho

Junho 23, 2022 Não Por love amem

Uma jornalista de 64 anos foi morta a facadas pelo sobrinho, de 39, na tarde desta quarta-feira (22/6), no Lago Norte. A tragédia aconteceu por volta das 13h. A vítima, identificada como Aida Carla de Araújo, estava na casa de uma das duas irmãs.

Acionados para atender a ocorrência, militares Corpo de Bombeiros chegaram no local do ocorrido e encontraram a jornalista ferida por dois golpes de arma branca, no pescoço e nas costas. Em seguida, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou que a vítima não apresentava mais sinais de vida.

O sobrinho de Aida Carla tinha boa relação com a tia, de acordo com pessoas próximas à família. No entanto, havia sido diagnosticado com transtornos psiquiátricos, segundo o Corpo de Bombeiros. Amigos da vítima confirmaram a informação de que ele estaria em surto psicótico.

O suspeito foi preso em flagrante, e o homicídio será investigado pela 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte). Ainda não há informações sobre o velório da vítima.

Aida Carla estava em casa quando foi atacada com uma arma branca – (crédito: Reprodução/Redes Sociais )

Homenagens

Amigo de Aida Carla há mais de 50 anos, o arquiteto Luiz Philippe Torelly, 67, disse ao Correio que a jornalista era uma pessoa muito querida e respeitada. “Era conhecida por todo mundo. Muito carinhosa, amável e alegre. Essa tragédia pegou a todos de surpresa”, lamentou.

via correiobraziliense

Advertisements