Bonner e Renata anunciam duas mortes no Jornal Nacional, causam impacto e luto toma conta

Bonner e Renata anunciam duas mortes no Jornal Nacional, causam impacto e luto toma conta

Fevereiro 11, 2021 Não Por love amem

William Bonner e Renata Vasconcellos levaram duas notícias tristes ao Brasil durante o Jornal Nacional. Os âncora do JN noticiaram as mortes de duas importantes figuras brasileiras, cada uma em seu campo de atuação. O luto tomou conta do telejornal exibido pela Globo.

“Morreu ontem de Covid o senador José Maranhão, do MDB da Paraíba. Ele estava internado numa UTI em São Paulo desde dezembro. O cortejo nas ruas de João Pessoa homenageou o senador. O enterrado é amanhã em Araruna, cidade natal dele. Com 87 anos, José Maranhão era o político mais idoso no Senado. Ele estava no segundo mandato”, anunciou Renata.

 

José Maranhão estava na política desde 1955, quando se elegeu deputado estadual pela primeira vez. Em três oportunidades, ele foi governador da Paraíba. Desde o último dia 12 de janeiro, o senador havia se afastado do cargo devido aos problemas de saúde. Ele foi o segundo senador a morrer de Covid-19. Em outubro do ano passado, Arolde de Oliveira (PSD-RJ), morreu aos 83 anos.

Bonner anuncia triste morte no mundo das artes

Depois de Renata Vasconcellos noticiar a morte do senador, William Bonner anunciou que uma queria artista brasileira morreu. “Uma das maiores bailarinas do Brasil, Marilena Ansaldi, morreu hoje em São Paulo de complicações pulmonares. Ela estava internada com 86 anos e complicações pulmonares. Nas décadas de 1950 e 60, Marilena foi a grande solista do Teatro Municipal de São Paulo”, disse Bonner.

O jornalista ainda narrou parte da trajetória de Marilena Ansaldi. Aos 28 anos, ela se mudou para a Rússia e atuou no famoso Ballet Bolshoi. Três anos depois ela voltou ao Brasil e sempre esteve envolvida com a arte. Ela chegou a atuar em novelas da TV Globo. “Marilena Ansaldi dedicou a vida à dança. Sua última apresentação foi aos 84 anos”, finalizou Bonner.

Via tvprime