Após entrar com pedido de anulação de votos das urnas, PIOR notícia é confirmada para Jair Bolsonaro

Após entrar com pedido de anulação de votos das urnas, PIOR notícia é confirmada para Jair Bolsonaro

Novembro 24, 2022 Não Por love amem

Durante a noite do último domingo (02/11), o país presenciou de perto os últimos dias de Jair Bolsonaro de seu governo como presidente do Brasil, lembrando que no próximo primeiro de Janeiro, ele deve passar a faixa para o futuro presidente Lula (PT),o candidato eleito no segundo turno das eleições 2022. Contudo, após dias se passarem onde os assessores do candidato eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acabar chegando, desta vez, muitos brasileiros acabaram se deparando com uma triste notícia envolvendo o avião de Jair Bolsonaro (PL), pegando todos de surpresa.

Após ver de perto sua derrota durante o segundo turno, Jair Bolsonaro delegou ao seu vice, Hamilton Mourão, onde realizou algumas tarefas credenciais de alguns embaixadores estrangeiros. Um desses motivos, Mourão confirmou que Bolsonaro está com uma doença grave, que impede até mesmo o atual presidente de vestir uma calça. Após sua declaração, acabou pegando todos de surpresa, não só aqueles que votaram em Bolsonaro, mas até mesmos alguns eleitores que votaram no vencedor do cargo presidencial, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

E na noite desta quarta-feira (23/11), o atual presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Alexandre Moraes, acabou negando um pedido feito por Bolsonaro de verificação extraordinária sobre o resultado do segundo turno das eleições presidenciais. Lembrando que o pedido havia sido apresentado durante a última terça-feira (22/11), pelo partido do futuro ex-presidente Jair Bolsonaro, o PL. O motivo de ser negado o pedido, por conta de ser considerado que o partido não apresenta nenhum tipo de indicio ou prova como fraude.

Após isso, veja a seguir a notícia que acabou pegando todos de surpresa envolvendo Jair Bolsonaro e seu partido PL.

O presidente do TSE condenou o partido de Bolsonaro a pagar R$ 22.991.544,60, por agir com litigância de má-fé após usar diversos argumentos sem provas e falsos sobre as urnas que se resultou na vitória de Lula (PT).

via brasilacontece.net

Advertisements