Vítima de um câncer raro, criança antes de falecer deixa bilhetes espalhados pela casa: “Sinto muito, estou doente”

Vítima de um câncer raro, criança antes de falecer deixa bilhetes espalhados pela casa: “Sinto muito, estou doente”

Novembro 22, 2021 Não Por love amem

Para ser sincero, a gente nunca está preparado para a morte, ainda mais quando se trata da perda de um ente querido. Nesses casos a situação se torna ainda mais difícil de se lidar. Os pais da criança desta história estão bem cientes desse sentimento, pois perderam sua filha de seis anos devido a uma doença grave.

A pequena Elena Desserich morava com seus pais em Cincinnati, Ohio, Estados Unidos. Em 2006, eles perceberam que a menina tinha dificuldade para falar e se locomover. Portanto, seus pais decidiram procurar ajuda médica.

No início, os profissionais que atendiam a pequena Elena nas primeiras consultas diziam que ela estava bem. Porém, posteriormente, a menina foi atendida por um médico especialista (pediatra), que solicitou uma ressonância magnética. Foi então que o médico deu o pior diagnóstico.

Segundo o esclarecimento do pai de Elena, Keith, antes do anúncio, a pediatra entrou na sala chorando. Mais tarde, o médico revelou que a menina tinha um câncer raro e era inoperável, o que foi um verdadeiro golpe para seus pais.

Lamentavelmente, a pequena Elena adquiriu o hábito no mesmo ano, deixando seus pais enlutados para trás. Poucos dias depois, Keith e sua esposa iniciaram uma tentativa de colocar a casa em ordem novamente, e foi então que começaram a encontrar as primeiras notas deixadas pela menina.

“Depois que ela perdeu a batalha, lentamente começamos a organizar nossas vidas e nossa casa juntos. Na hora de arrumar a casa encontramos as primeiras letras ”, revelou o pai da menina. Os pais da menina não conseguiram conter a empolgação ao descobrirem as notas.

Em quase todos os lugares havia mensagens deixadas por Elena. Em um deles estava escrito: “Eu te amo mamãe, papai e Grace“. Em outra, a menina havia escrito: “Desculpe, estou doente”. Acompanhado pelas mensagens também foram vários desenhos feitos pela menina.

Em 2009, as notas de Elena foram publicadas em livro por sua família e se tornaram um best-seller. Os recursos arrecadados foram destinados a uma instituição de caridade que atende pacientes com câncer.

via https://tudoakinoticias.com/