Morre poeta e escritor Ivo Barroso morre no Rio

Morre poeta e escritor Ivo Barroso morre no Rio

Outubro 7, 2021 Não Por love amem

O poeta, escritor e tradutor Ivo Barroso morreu aos 91 anos, na última terça-feira (5). Ele estava internado na Casa de Saúde São José, no Humaitá, na Zona Sul do Rio.

Segundo o G1, o hospital não confirmou a causa da morte ou deu mais detalhes sobre os problemas de saúde que levaram Ivo a unidade de saúde. Um dos maiores tradutores brasileiros, Ivo Barroso foi responsável por traduzir autores como Shakespeare, Edgar Allan Poe e Jane Austen.

Biografia

Ivo do Nascimento Barrosos nasceu na cidade de Ervália, Minas Gerais, em dezembro de 1929. Aos 16 anos, ele se mudou para o Rio de Janeiro, onde viveu durante toda a vida.

Formado em Direito e em Línguas e Literaturas Neolatinas, Ivo trabalhou em algumas editoras e jornais importantes do Brasil, como o Jornal do Brasil e o Estado de S. Paulo.

O poeta foi responsável pela publicação de mais de 30 traduções de grandes autores, entre eles Shakespeare, Edgar Allan Poe e Jane Austen.

Entre suas traduções estão:

  • 50 sonetos de Shakespeare (Nova Fronteira);
  • Arthur Rimbaud: Poesia Completa (Topbooks);
  • Seis propostas para o próximo milênio: Lições americanas (Companhia das Letras), de Italo Calvino;
  • Os gatos (Companhia das Letrinhas), de T.S. Elliott;
  • As Aventuras de Pinóquio (Sesi-SP Editora), de Carlo Collodi;
  • A Vida – Modo de Usar (Companhia de Bolso), de Georges Perec;
  • A carta de Pero Vaz de Caminha (Sesi-SP) para o português moderno.

Seus livros de versos, Nau dos Náufragos (1982) e Visitações de Alcipe (1991), foram ambos editados em Portugal. No Brasil, ele publicou A Caça Virtual e outros poemas (2001, finalista do prêmio Jabuti de poesia daquele ano).

Ivo também organizou os livros Poesia e Prosa, de Charles Baudelaire (Nova Aguilar, 1995) e À Margem das Traduções, de Agenor Soares de Moura (Arx Editora, 2003).

reprodução

via midiamax.uol