Ex-vereadora  é assassinada em Piracicaba

Ex-vereadora é assassinada em Piracicaba

Abril 7, 2021 Não Por love amem

A ex-vereadora Madalena Leite foi encontrada morta no início da madrugada desta quarta-feira (7) em Piracicaba (SP). Segundo as informações da Polícia Militar, o corpo foi encontrado na casa dela com sinais de violência. Madalena tinha 64 anos e se tornou a primeira travesti eleita vereadora na história da cidade.

A Polícia Militar informou que o corpo de Madalena foi encontrado por volta de meia-noite e meia no imóvel, no bairro Vila Sônia, com ferimentos no rosto.

Segundo o boletim de ocorrência, um vizinho localizou o corpo no sofá da sala. Ele relatou aos policiais que tinha a chave do imóvel, já que sempre frequentava a casa dela, mas ao chegar no local, encontrou o portão da frente somente encostado. Em seguida, ele acionou a polícia.

Madalena, ex-vereadora travesti de Piracicaba, é encontrada morta em casa — Foto: Fernanda Zanetti/G1/Arquivo

A polícia ainda não tem suspeitos para o crime. A família da ex-vereadora permitiu a entrada da equipe da EPTV, afiliada da TV Globo, na casa. Na sala, um quadro com uma foto da Madalena da época em que era vereadora foi encontrado todo quebrado, além de papéis espalhados pelo chão. A polícia ainda apura a motivação do crime.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O caso foi registrado como homicídio e encaminhado para o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Piracicaba.

A irmã de Madalena, Maria de Fátima Ferraz, disse à equipe da EPTV que, desde o início da semana, percebeu que ela estava diferente, mas não tem suspeitas do que estava acontecendo.

“Eu mesma, esses dias atrás, perguntei: ‘Madalena, você está meio assim… está acontecendo alguma coisa? Fala comigo’. Mas ele não se abria”, relatou.

 

Vizinhos de Madalena ficaram abalados com o crime e pediram justiça pela vítima, considerada um ícone na cidade e conhecida por seu trabalho comunitário de décadas.

“Até ontem a gente estava aqui brincando com ela. Não tem o porquê acontecer isso com ela. Porque era uma pessoa muito excelente, ajudava a molecada aqui do bairro, fazia festa”, contou a vizinha Maria Lucimar Almenara.

“Que Deus tenha ele onde ele está, em um bom lugar, porque ele merece. Não sei quem foi a pessoa maldosa para fazer isso. Não tinha boca para nada aquele coitado”, lamenta a vizinha Lídia Silva.

Fonte G1