Compositora Rosa Quadros morre em decorrência da COVID-19

Compositora Rosa Quadros morre em decorrência da COVID-19

Janeiro 16, 2021 Não Por love amem
Foi sepultado no Cemitério Bosque da Esperança, no Bairro Jaqueline (Região Norte), em Belo Horizonte,  na tarde desta sexta-feira (15/01), o corpo da  compositora Rosa Quadros, de 76 anos, viúva do cantor e sanfoneiro Mangabinha , fundador do grupo de música sertanejo Trio Parada Dura, morto em abril de 2015. Rosa Quadros morreu quinta-feira (14/01), em decorrência de complicações da COVID-19.

Reprodução/Redes Sociais

Rosa Quadros compôs, com Mangabinha, várias músicas gravadas pelo Trio Parada Dura, sendo a mais bem-sucedida As Andorinhas. Ela foi a segunda pessoa ligada ao grupo sertanejo a perder a vida por causa do novo coronavírus.
Em  13 de setembro do ano passado, o cantor Parrerito, de 67, integrante da última formação do Trio Parada Dura, também morreu devido à complicações da COVID-19. Parrerito (Eduardo Borges) faleceu em um hospital particular em Belo Horizonte, onde estava internado desde 29 de agosto. Ele morava em Contagem, na Região Metropolitana de BH e deixou esposa, filhas e netos.
Já Rosa Quadros morreu no Hospital Imaculada  Conceição, em Curvelo (Região Central do estado). Ela foi internada com sintomas do novo coronavírus em 6 de janeiro. Dois dias depois, foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. No início desta semana, o quadro se agravou e a compositora não resistiu.