Homem é morto em supermercado do grupo Carrefour

Homem é morto em supermercado do grupo Carrefour

Novembro 20, 2020 Não Por love amem
Um homem negro foi espancado e morto por dois seguranças – brancos – de um supermercado em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite desta quinta-feira (19). Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a agressão, ocorrida no estacionamento do supermercado na zona norte da cidade.
De acordo com o jornal Zero Hora, a vítima foi identificada como João Alberto Silveira Freitas, conhecido como Beto, de 40 anos.
Segundo informações preliminares da Brigada Militar, a confusão teria iniciado no caixa do supermercado, quando a vítima teria ameaçado agredir uma funcionária. Dois seguranças teriam encaminhado João Alberto ao estacionamento, onde aconteceu a violência.
O delegado Leandro Bodoia, responsável pela ocorrência, afirmou à publicação que não foi encontrado armamento no local. Os envolvidos serão ouvidos e as imagens das câmeras de segurança serão analisadas na investigação. Duas pessoas foram detidas. A Polícia Civil trata o crime como homicídio qualificado.

Protestos

“Estava chegando no local na hora das agressões. Eu estava a uns 10 metros quando começou. Tentamos intervir, mas não conseguimos”, recorda. Milena Borges Alves, esposa de Freitas, chegou a presenciar o espancamento do marido até o óbito, prosseguiu a testemunha..
“Não pararam. A gente gritava ‘tão matando o cara’, mas continuaram até ele parar de respirar, fizeram a imobilização com o joelho no pescoço do Beto, tipo como foi com o americano”, fazendo referência ao caso de George Floyd, assassinado por policiais nos Estados Unidos em circunstâncias muito parecidas.

O que diz o Carrefour

O Carrefour lamenta profundamente o caso. Ao tomar conhecimento deste inexplicável episódio, iniciamos uma rigorosa apuração interna e, imediatamente, tomamos as providências cabíveis para que os responsáveis sejam punidos legalmente.