6 sinais do câncer ginecológico para ficar atenta

6 sinais do câncer ginecológico para ficar atenta

Setembro 18, 2020 Não Por love amem

A pandemia do novo coronavírus reduziu os diagnósticos e tratamento de câncer, segundo as estimativas da Sociedade Brasileira de Patologia (SBP) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO). Um dos tipos comuns é o câncer ginecológico, que mata uma mulher a cada 1 hora no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer, o INCA

Muitas vezes, a doença se manifesta de maneira silenciosa e por isso é tão importante realizar os exames de rotina.É considerado câncer ginecológico o de colo de útero, ovário, endométrio, vulva e vagina.Os tipos mais recorrentes, como o tumor de colo de útero, são possíveis de ser detectados na fase inicial com exames simples, como o Papanicolau.

“Toda mulher deve assumir uma postura ativa e responsável perante a própria saúde”, alerta a presidente do Oncoguia, Luciana Holtz de Camargo Barros.

Abaixo, listamos os principais sinais para você fica atenta. Vale dizer que isso não substitui consulta e exames de rotina.

  • Sangramento vaginal anormal (entre os períodos menstruais, após o sexo ou após a menopausa)
  • Crises repetidas de dor pélvica abaixo do umbigo
  • Inchaço inexplicável e flatulência
  • Feridas ou bolhas na vulva ou na vagina
  • Mudança de hábitos intestinais
  • Perda de peso significativa sem dieta

Quem deve ficar atenta

Esse tipo de câncer pode afetar mulheres jovens que têm menstruações regulares ou aquelas que já passaram pela menopausa. Embora o risco geral de desenvolver câncer aumente com a idade, a menopausa por si só não causa o câncer.

Como reduzir o risco?

Embora não seja possível alterar alguns fatores de risco – por exemplo, o histórico familiar ou histórico genético – fatores como tabagismo ou excesso de peso podem afetar o risco de desenvolver câncer ginecológico, por isso é importante manter uma dieta saudável e fazer exercícios físicos regularmente.

Também é recomendável conversar com um médico, caso tenha algum familiar que teve câncer de útero, ovário ou de colo do útero.

Procedimentos comuns de uma consulta ginecológica

A rotina de cada médico é muito individualizada, mas de modo geral, toda paciente que passa por consulta ginecológica de rotina costuma ser submetida aos seguintes procedimentos:

Anamnese

É uma entrevista que o médico faz com a paciente para saber como ela está, se está apresentando algum sintoma, se está fazendo uso de alguma medicação. Depois disso, ele deve explicar todos os procedimentos a que ela será submetida. Deve ser uma conversa franca antes de começar o exame físico.

Palpação das mamas

O médico utiliza as mãos para analisar as mamas e identificar possíveis nódulos. Normalmente, a paciente fica vestida com uma camisola ou avental e só na hora do exame é que o médico expõe as mamas. Esse tipo de análise tem fundamental importância para a detecção precoce do câncer de mama.

Inspeção da região da vulva

Com a mulher deitada em posição ginecológica, com as pernas apoiadas em um suporte, o médico faz a observação da parte externa da vagina, a chamada vulva, para ver se não existe nenhuma lesão nos grandes lábios. É uma inspeção rápida. Não há necessidade de a paciente estar totalmente despida, ela deve estar com a parte de cima coberta pela camisola ou avental.

 

Fonte catracalivre