Jovem morre a fome num país com a economia mais poderosa do mundo

Jovem morre a fome num país com a economia mais poderosa do mundo

Janeiro 14, 2020 Não Por love amem

Uma estudante universitária chinesa de 24 anos que sofria de subnutrição porque era demasiado pobre para se alimentar de forma adequada morreu esta segunda-feira, refere a CNN. Wu Huayan estava internada no hospital universitário de Guizhou, em Tongren, desde outubro.

Nessa altura, um médico informou que uma válvula cardíaca da jovem apresentava graves danos e que seria necessária uma cirurgia para corrigir este problema. A operação teria um custo de 200 mil yuans (cerca de 26 mil euros).

A história de Huayan, que media 1,35 metros e pesava apenas 21,6 quilos, tornou-se então viral. Os pais da estudante já tinham morrido e ela vivia com o irmão mais novo, de quem cuidava, e que sofre de uma doença mental. Sobrevivendo com um apoio da segurança social de 300 yuans (39 euros) por mês, a jovem adotou um estilo de vida muito frugal de forma a poupar dinheiro para cuidar do irmão.

O Beijing Youth Daily revela que Huayan não comia com muita frequência o pequeno-almoço e alimentava-se apenas arroz com chili nas outras refeições, algo que acontecia desde os tempos da escola secundária.

Uma organização de solidariedade conseguiu angariar o dinheiro necessário para a cirurgia cardíaca de Huayan, mas o seu estado de saúde deteriorou-se desde o início do ano e a jovem acabou por morrer.

Nas redes sociais, a notícia da morte da estudante foi recebida com revolta, com muitas pessoas a mostrarem-se preocupadas com o nível de pobreza na segunda maior economia mundial. “É difícil imaginar que algumas pessoas ainda não têm acesso a uma alimentação adequada apesar de já estarmos em 2020”, escreveu um utilizador da rede social Weibo.

 

Essa noticia foi publicada inicialmente em noticiasaominuto