Essa jovem mulher passou 10 anos com vergonha dos seus pêlos faciais. Até que um dia tudo mudou.

Para muitas mulheres, os pelos corporais são irritantes, feios ou antiestéticos. Muitos fariam qualquer coisa para removê-los para sempre, e provavelmente a cera depilatória é uma de suas melhores amigas. Mas não se escolhe o corpo com que nascemos e, embora os padrões de beleza nos digam que as mulheres não devem ter cabelo, e a verdade é que os cabelos fazem parte do corpo e estão lá por algum motivo.

The Bearded Nova/Facebook

Nova Galaxia, uma mulher de 26 anos que passou 10 anos como escrava do barbear, ela desenvolveu a síndrome do ovário policístico durante a adolescência.
Isso resultou no aumento de pelos corporais em locais geralmente associados ao sexo masculino, como o rosto e o tórax.

The Bearded Nova/Facebook

“Um menino da minha escola na escola apontou para o meu rosto e me disse que ele tinha uma barba melhor do que ele provavelmente já teve”, lembra Nova em uma conversa com o Metro.

The Bearded Nova/Facebook

A adolescência é uma fase difícil e, mais ainda, se você é diferente e isso faz com que seus colegas lhe apontem o dedo e riem de você.

“Nesta fase, eu me barbeei todos os dias antes da escola. O cabelo estava ficando muito grosso e eu temia que alguém descobrisse meu segredo “, confessou a jovem mulher.

The Bearded Nova/Facebook

Mas 10 anos depois, esse medo foi deixado para trás graças à confiança e segurança que deu a sua namorada, porque antes de conhecer Ash, ela estava com vergonha de que alguém nota-se sua barba.

The Bearded Nova/Facebook

Elas se conheceram em 2012 e ficaram imediatamente apaixonadas, naquela época, Nova estava depilando a maior parte de seu corpo, mas no decurso de dois meses ela confessou a Ash seu segredo e ela simplesmente a amou mais.

Desde outubro de 2017, ela decidiu deixar sua barba crescer livremente e fortalecer seu corpo, claro que Ash a apoiou, garantindo que ela ama a barba dela.
Desde então, ela se sentiu muito mais feliz, livre, sem ter que se esconder. “De qualquer forma, com minha barba hipster, me sinto mais feliz agora do que nunca. Estou com alguém que amo, que apóia minha decisão e me ama por mim e pela minha barba. “

The Bearded Nova/Facebook

Nova ama seu corpo e sua barba, mas infelizmente há pessoas maliciosas que se atrevem a questionar seu gênero biológico.
“As pessoas me acusam de fingir ser mulher, ou pensam que sou transgênero, mas não me importo. Não é um insulto ser trans, simplesmente não sou, sou uma mulher lésbica “.

 

Veja também:

Ken humano : Rodrigo Alves retorna ao seu vicio e injeta placenta em seu rosto

Um médico injetou no seu rosto cimento.  11 anos depois tem nova aparência

Botched | E! Entertainment Television

Esta mulher gastou cerca de R$300.000 para conseguir a “aparência perfeita“. Você precisa ver as fotos do “antes“!

plastica