O que essa mulher descobriu após meses cheia de dores e ter engordado , vai deixar você estupefato

Depois de meses com problemas estomacais inexplicáveis, dores e ganho de peso, a americana Kayla Rahn finalmente descobriu a resposta para o que estava afetando seu corpo: um cisto no ovário gigante, que pesava mais de 22,6 quilos.

Depois de meses com problemas estomacais inexplicáveis, dores e ganho de peso, a americana Kayla Rahn finalmente descobriu a resposta para o que estava afetando seu corpo: um cisto no ovário gigante, que pesava mais de 22,6 quilos.

No início, quando procurou atendimento médico, diversos profissionais lhe afirmaram que a solução para seu problema era a perda de peso. “Eu fiquei tentando perder peso há cerca de um ano, mas, na verdade, eu estava ganhando peso”, lembrou.

Divulgação/Jackson Hospital
Cisto no ovário de Rahn chegou a pesar 22,6 quilos, de acordo com os especialistas do Jackson Hospital

O quadro de saúde da norte-americana estava se agravando e Rahn, que é cantora e tem 30 anos, começou a ter sua autoestima afetada também. Pessoas estranhas faziam comentários sobre seu corpo que colaboravam para que a situação ficasse cada vez mais difícil de lidar.

“Eu realmente parecia com uma grávida de 9 meses. Uma vez eu e meu companheiro fomos jantar e alguém me perguntou se eu estava esperando por gêmeos. Foi muito decepcionante e rude ouvir aquilo”, contou.

Quando a dor no estômago passou a ficar insustentável, em maio deste ano, a mãe de Rahn a levou para o pronto-socorro do Hospital Jackson, em Montgomery, capital do Alabama, nos Estados Unidos.

Lá, os médicos olharam com mais atenção para o caso e, após uma série de exames, foi detectada uma grande massa em um de seus ovários. A equipe ficou realmente surpresa com o tamanho do cisto no corpo da cantora, e precisou interná-la para realização da retirada.

Ela foi imediatamente submetida a uma cirurgia. Segundo o médico que liderou a operação, o Dr. Gregory Jones, o diagnóstico técnico de sua condição é um cistoadenoma mucinoso. Um tumor benigno que, em termos populares, se parece com uma bola cheia de mucina, que é a glicoproteína principal do muco e responsável por sua viscosidade.

De acordo com Jones, o cistoadenoma mucinoso é uma condição bastante comum, no entanto, o tamanho do cisto de Rahn era surpreendente. “Este é um dos maiores que já vi e removi”, declarou o cirurgião. “Estamos muito felizes porque as coisas correram bem para a paciente.”

Agora, recuperada do procedimento, a americana fala que se sente bem melhor. “Assim que cheguei em casa e consegui me mexer um pouco, experimentei todas as camisas que tinha e foi incrível”, contou empolgada.

Rahn espera que falar sobre sua história encoraje outras pessoas a ouvirem os sinais que seus corpos dão quando algo não parece certo.

 

Veja também:

Durante o parto, o médico de repente gritou. A equipe médica ofegou de surpresa!

CORRIDA CONTRA O TEMPO: Menina de cinco anos descobre cancro através de nódoas negras nas pernas  – agora ela tem apenas dois meses para encontrar um doador de células-tronco

Mulher morre de bactérias carnívoras na sua viagem dos sonhos