Pais choram de alegria depois de encontrarem filho desaparecido a 24 anos

Um jovem agora com 27 anos, que desapareceu quando tinha apenas três, reencontrou os pais mais de duas décadas após se ter perdido deles na China.  Li Lei, conhecido carinhosamente por ‘Lei Lei’, desapareceu em Xi’an a 8 de agosto de 1994 deixando os pais devastados. Durante mais de duas décadas, os progenitores acharam que o filho perdido tinha sido raptado, no entanto, tal não aconteceu.  Li Shunji, pai do jovem, contou que se lembra claramente do dia em que Lei Lei desapareceu. Li achou que o filho estava a brincar na rua com as crianças dos vizinhos e foi às compras sem saber que o menino o seguiu.

Picture: Asia Wire

A criança acabou por se perder e nunca mais viu os pais. Os investigadores revelaram que, na verdade, Lei Lei tinha sido encontrado por um casal que estava de visita à cidade para entregar mercadorias. Esse casal ainda terá procurado pelos pais do menino, mas não havia sinal da família. Quando as autoridade locais se mostraram pouco interessadas em ajudar o menino a encontrar os progenitores, o casal decidiu ficar com ele, segundo avança o jornal britânico The Sun.  Os pais adotivos de Lei Lei acreditavam que este fosse órfão e criaram-no desde então.  De acordo com o mesmo jornal, não é certo de que forma o casal conseguiu registar a criança na escola ou se procurou os pais do menino ao longo dos anos. Os pais biológicos passaram mais de vinte anos em busca do filho perdido e agora, graças a um banco de dados de ADN do país, conseguiram reencontrá-lo. Tanto Lei Lei como os pais biológicos forneceram uma amostra de sangue ao banco de dados de ADN do país na esperança de um dia poderem reencontrar-se.  O pai, no momento em que voltou a ver o filho, chorou de alegria: “Finalmente encontramos-te! Estávamos à tua procura há 24 anos”.

Texto CM noticia Mirror

 

Veja também:

Cãozinho arranca dedo a carteiro

(Imagem: SWNS)

Greve dos camionistas no Brasil obriga noiva a cancelar casamento

Imagem Pixabay

Preso adolescente que espancou Bisavô de 87 anos em sua casa

(Image: SWNS.com)