Mulher deixa gatos sem água e comida dentro de casa imunda de lixo

Uma mulher que deixou seus dois gatos de estimação em sua casa miserável por uma quinzena, sem comida ou água, evitou a prisão.

A casa estava em uma condição miserável (Imagem: Wales Online WS)

Teias de aranha cobriam as portas e pilhas de lixo enchiam o chão da casa imunda.

Os dois gatos, Domino e Moisés, foram encontrados emaciados e desidratados no que a RSPCA chamou de “exemplo chocante” de negligência animal.

PropellerAds
Os gatos foram deixados por duas semanas sem comida (Imagem: Wales Online WS)

Moisés foi encontrado morto e Domino foi levado às pressas para o veterinário, onde recebeu tratamento de emergência.

Moisés foi encontrado morto na casa (Imagem: Wales Online WS)

Celia Hart, de Port Talbot, sul do País de Gales, se declarou culpada de duas ofensas do Animal Welfare Act no Tribunal de Magistrados de Swansea e foi sentenciada na terça-feira, 24 de abril 2018.

A mulher de 54 anos recebeu uma pena de prisão de 12 semanas, suspensa por 12 meses, e lhe disseram para fazer uma exigência de atividade de reabilitação de 20 dias, como consequência de suas ações, informou a Wales Online.

Ela também foi proibida de manter qualquer espécie de animal por uma década, e foi condenada a pagar multa e sobretaxa por vítima.

O inspetor da RSPCA, Gemma Cooper, disse: “Esses dois gatos indefesos foram deixados abandonados e sozinhos, sem comida ou água em uma propriedade miserável de Port Talbot.

“Foi um exemplo chocante de negligência de animais, com os gatos pobres sem chance em uma propriedade trancada e imunda, sem o mínimo de sustento básico.

“O réu demonstrou remorso significativo por suas ações.

 

Veja também:

Funcionários do metro deixaram corpo do homem ser atingido por centenas de trens porque o confundiram com uma raposa.

pixabay

Pai atirou filha de 3 anos por uma ponte porque ela uma “Bruxa”  e andava a lançar-lhe feitiços

(Image: MEN Media)

Homem em corpo de criança confunde médicos

Manpreet Singh tem 23 anos, mas está preso no corpo de uma criança (Imagem: Newslions Media / mediadrumworld)

1 Comment