‘Bebé-milagre’ encontrada no esgoto a ser comida por formigas

Uma menina recém-nascida foi chamada de ‘bebé-milagre’ por ter sido encontrada com vida no esgoto em Port Elizabeth, na África do Sul, em Abril de 2018 após ter sido abandonada naquele local. A bebé estava em hipotermia e tinha sido mordida por formigas vermelhas, conhecidas pela picada muito dolorosa. Charmaine Keevy, de 63 anos, tinha saído de casa para ir passear o cão, Georgie, quando o animal desatou a correr sozinho e parou junto a uma tampa de esgoto, começando imediatamente a ladrar. A mulher conta que ouviu um som parecido com um gato a miar mas, quando aproximou o ouvido da tampa, percebeu que era o choro de um bebé.

Em pânico, correu para a estrada a acenar e pediu ajuda a um camionista que passava, Cornie Viljoen, de 60 anos. O homem foi ao local e também ouviu o choro da criança. Com recurso a duas barras de metal que o camionista tinha consigo, os dois conseguiram levantar a tampa de esgoto e ver a bebé. Cornie atirou-se imediatamente para dentro doa zona de escoamento de águas e, quase imediatamente sentiu várias picadas fortes nas pernas. Aí percebeu que uma colónia de formigas tinha feito casa naquele local e temeu o pior: que a menina pudesse não sobreviver.

Rapidamente, resgatou a criança e saiu do esgoto, contactando os serviços de emergência. “A bebé teve sorte porque as formigas estavam numa zona um pouco mais acima. Senão estou certo que não a tínhamos encontrado viva. Não sei como é que alguém é capaz de fazer uma coisa destas, mas fico muito feliz por a termos conseguido salvar”, relata o camionista. A recém-nascida foi levada de urgência para o Hospital Dora Nginza, onde depressa foi ‘adotada’ pelos médicos e enfermeiros, que lhe chamaram Grace April (Graça Abril), em referência ao milagre da descoberta da menina e ao mês em que aconteceu. Depois de recuperar, Grace será entregue aos serviços sociais que, em conjunto com as autoridades, montaram uma grande operação para tentar encontrar a mãe da criança. “Estamos a investigar a possibilidade de quem fez isto ser de outra localidade e ter ido àquele local de propósito para abandonar a criança, uma vez que é uma zona isolada e onde passa pouca gente.

Pedimos a todas as testemunhas e à mãe desta criança que nos contactem”, apela a porta-voz da polícia local, Priscilla Naidu. Charmaine Keevy conta que ficou profundamente tocada com a descoberta que fez e acredita que era algo que estava destinado. “Não posso deixar de pensar que isto foi um plano de Deus, porque eu nunca  vou por aquele caminho passear o cão e naquele dia senti que algo me dizia para ir por onde acabei por ir. Tenho a certeza que esta menina está destinada a grandes coisas. É uma sobrevivente, uma verdadeira menina-milagre”, finaliza a sul-americana que encontrou a bebé.

 

Veja também:

Insere carregador de telemóvel no pénis porque “tinha comichão”

Henri Castelli mostra a sua “casinha pequenina” em Lisboa , Portugal

Instagram

Jovem embalsamada viva no hospital