São Francisco Solano

São Francisco Solano

Julho 16, 2017 Não Por love amem

História: Filho de pais profundamente cristãos, Mateus Sanches Solano e Ana Gimenez, recebeu o santo batismo no mesmo dia em que nasceu.

Estudou no Colégio dos Jesuítas e com sua bondade e caráter firme, ganhou a simpatia de todos. Aos 20 anos de idade tomou o hábito franciscano, tornando-se um frade exemplar, o que fez merecer rapidamente a confiança de seus superiores.

Embora não tivesse grande dom de oratória, seus sermões arrebatavam os fiéis por sua fé e convicção. Dava grande valor a pregação e sempre teve um ideal: viajar para outras terras em missões.

Em certa ocasião a peste assolou o país e então pediu para trabalhar como enfermeiro, o que o fez também ser atingido pelo mesmo mal da peste. Mal se recuperou continuou a tratar dos doentes.

Posteriormente pediu para ser enviado para a América e enviaram-no ao Peru. Porém no trajeto, uma terrível tempestade desencadeou, lançando o navio num banco de areia.

Ali encontrou escravos negros e, com seu carisma de conquistador de almas, batizou a muitos deles e a muitos dos passageiros. Após dois meses um navio os recolheu levando-os para Lima.

Pouco tempo permaneceu me Lima, dirigindo-se para Tucumán (Argentina). Por 15 anos foi viajante incansável, levando a Palavra de Deus, semelhante a Francisco Xavier que fez o mesmo nas Índias Orientais e Ocidentais.

Tinha um extraordinário dom: com pouco, ele já aprendia a linguagem do povo, inclusive dos índios. Muitos doentes recuperavam saúde pela simples imposição de seu cordão de religioso, ressuscitou um menino, livrou uma região da praga de gafanhotos, fez com que descobrissem água num lugar onde havia falta e muitos doentes se curavam com aquela água.

Às vezes, em suas pregações, parecia-se com um antigo profeta pelo seu tom de voz, ameaçando e predizendo os castigos que viriam aos que não se convertessem. Seus últimos cinco anos de vida passou em Lima, num convento franciscano, onde contagiava a todos com sua alegria espiritual.

Sempre alegre, compunha cânticos religiosos em suas horas livres. Seu lugar de predileção era a Igreja onde passava horas em adoração ao Santíssimo Sacramento. Suas missas eram celebradas num profundo recolhimento e piedade.

Por uma graça especial, teve conhecimento de sua morte e assim preparou-se num clima de ação de graças e perfeita união com a Vontade de Deus. Suas últimas palavras foram: ” Deus seja bendito”. Foi canonizado em 1726.

Oração de São Francisco Solano: Deus, nosso Pai, por intercessão de São Francisco Solano, iluminai e protegei todos os missionários da América Latina. E pelo sangue de todos os nossos mártires latino-americanos, abençoai e protegei também a vossa Igreja, fazendo dela o sacramento do vosso reino de paz e de justiça entre os homens. Ouvi, pois, Senhor, esse nosso canto: Pai, ó Pai nosso, quando é que este mundo será nosso? Pai nosso, quando o mundo será nosso, dos pobres, nossos irmãos. Pai nosso, como é duro ver minha gente crucificada, pela opressão. Pai nosso, quem enxugará os prantos dos povos que não têm pão? Pai nosso, quem saciará os povos de graça e libertação? Pai nosso dessa América ferida. Ah, vida, quanta aflição. Pai nosso, quando vem a liberdade dos povos dessas nações? Pai nosso, o coração de nossa gente despedaçado quer solução. Pai nosso, a esperança do presente é igualdade, repartição. Pai nosso, quando a terra será nossa, dos pobres, das multidões? Pai nosso, quando o mundo será nosso, dos pobres, sem opressões? Amém.

 

ORAÇÃO I  Ó Deus, por São Francisco Solano conduzistes muitos povos da América ao seio da Igreja; por suas preces e méritos, uni mais estreitamente a vós os nossos corações e, por vossa bondade, fazei chegar aos povos que não vos conhecem o temor do vosso santo Nome. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Devoção: Ao serviço de Deus, principalmente no próximo.

Padroeiro: Missões

Outros Santos do dia: Simão de Lipnica (rel); Frederico (bispo); Anub, Arnaldo, Amulfo, Berta, Bruno (bispo); Emiliano (mártir); Filástrio (bispo); Fintão, Jacinto, Justa e Rufina (márts); Materno (bispo); Mimbrarino, Pambão (anacs.); Rufino (bispo); Sinforosa e Sete Filhos (márts.); Teodósia (márt.).

Via santoprotetor

 

Veja também:

TUDO ESTÁ NO SEU DEVIDO LUGAR!

O universo conspira a favor daqueles que tem fé!

As coisas acontecem quando você não as espera.